Tudodvet

Descubra quais cuidados você deve ter com seu pet idoso!

Assim como nós, humanos, os cães e gatos idosos podem precisar de mais atenção na velhice. Isso porque eles tendem a ganhar peso, ter mudanças no humor e na vitalidade, além de mais dificuldades na locomoção, entre outros fatores. À medida que eles vão envelhecendo, seu ritmo pode ficar um pouco mais lento e a saúde fica mais delicada, e o acompanhamento com um veterinário é ainda mais necessário.

O pet é considerado idoso em torno dos sete anos, no caso dos cães, e aos seis anos, no caso dos gatos. Porém, isso pode variar dependendo do porte e da raça, chegando até mesmo a começar aos 10 anos. O mais indicado é realizar check-ups periódicos com o médico veterinário para acompanhar as condições de saúde do bichinho.

Há diversas formas de garantir a qualidade de vida deles nesse período, conheça algumas delas:

Respeitar o espaço do pet

A tendência dos animais idosos é se isolar, e o ideal é deixá-los quietinhos nessas horas, interagindo apenas quando estiverem dispostos. Porém, eles também precisam de afeto extra nessa fase da vida, por isso tente incentivá-los a brincar e dedique mais horas para dar atenção e evitar a tristeza e a apatia.

Cuidados com a alimentação

É importante que o cão ou gato idoso tenha uma alimentação balanceada, dando preferência aos alimentos light ou aqueles recomendados para animais mais velhos. Como eles são menos ativos, as refeições devem ter menos energia, pois o ganho de peso pode dificultar a locomoção. Além disso, incentive-o a beber água, pois como fazem menos exercícios, eles podem procurar menos.

Mantenha os dentes bem limpos

A escovação deve estar sempre em dia, pois com o passar dos anos, o animal desenvolve tártaro e cárie. Além disso, evite dar alimentos que não sejam apropriados para eles, já que podem acumular ainda mais o tártaro e acarretar em outras doenças.

Siga o horário correto dos remédios

Se o seu pet precisa tomar uma medicação contínua, estabeleça uma rotina para não perder o horário do remédio. É importante também manter a vermifugação e o uso de produtos anti-pulgas e carrapatos em dia.

Incentive atividades físicas leves

Mesmo com a locomoção comprometida, os pets devem ser levados a atividades leves, como pequenos passeios quando a temperatura estiver mais baixa, de manhã ou no fim da tarde. Os passeios não devem ultrapassar 30 minutos, mas são importantes para evitar a depressão e a obesidade.

Além de tudo isso, seja paciente! Afinal, é necessário ter força de vontade e muita dedicação para cuidar dos bichinhos idosos e oferecer todo o bem-estar que eles merecem!

Fontes: https://www.magnuspet.com.br/blog/7-dicas-de-como-cuidar-de-seu-cao-idoso
https://claudia.abril.com.br/sua-vida/pets-idosos-fique-atenta-aos-cuidados-especiais-que-voce-deve-ter/ 

Open chat
Fale com a Tudodvet!